Barbarella é a nova colunista do Freakpop & Fashion, confira seu perfil completo e aproveite seus deliciosos e ricos textos! E para começar, nossa escritora conta um pouco da hsitória  do “Mundo Indie”! Preparem-se, vem aí muito conteúdo para você, e lógico, sem deixarmos os pontos Freaks e Fashion de lado! Luxo! Luxo! Luxo! Seja BEM VINDA Barbarella!
Küsses,
Lady Freak

Para começo de conversa, é necessário saber que o termo “Indie” vem do “independent”, e começa lá nos anos 80, em terras britânicas. Na época, começaram a surgir muitas bandas que faziam questão de ter o controle criativo de suas músicas, com isso assinavam contratos com gravadoras independentes.  Mas como tudo o que é diferente chama atenção, o estilo fez muito sucesso, e várias dessas bandas passaram a assinar contatos com gravadoras maiores, e conseguiram manter até os anos 2000 a ideologia Indie Original.

mundo_indie_freakpop_fashion_01

Com o cinema não foi diferente, a ideia de ter o controle criativo nas mãos chamou a atenção de muitos diretores e roteiristas, e passaram a acreditar que era possível produzir histórias que Hollywood jamais investiria. Os primeiros filmes independentes eram produzidos com um orçamento pequeno, poucos cenários e planos mais longos evitando ao máximo o número de cortes em uma cena.

Hoje o sucesso que o movimento Indie vem adquirindo graças ao trio: Moda, Música e Cinema, chama a atenção das grandes produtoras, que por sua vez, começaram a investir alguns milhões de dólares no gênero nesses últimos anos.

mundo_indie_freakpop_fashion_03

A partir da massificação do movimento ficaram nítidas as mudanças. Os filmes são muito mais produzidos, existe uma grande variedade de cenários, além de usarem atores comercias para estrelar os roteiros. Porém ainda assim, são conservadas as características originais, mantendo as origens sombrias, mexendo com sentimentos, seja ele qual for, e a partir disso trazer uma reflexão para quem assiste.

Por fim, vale ressaltar algumas características que em qualquer filme do gênero podemos encontrar:

O protagonista é sempre quieto, incompreendido e desajeitado. Suas roupas sempre serão altamente confortáveis e estranhas, já o ator, não será um Deus Grego (aos olhos hollywoodianos), mas normalmente segue a linha “cute” rs.

mundo_indie_freakpop_fashion_02

Nossa mocinha, a maioria das vezes, será adorável e momentaneamente inalcançável, seu hobby será quebrar regras e terá algum gosto em comum com o protagonista. Suas roupas serão floridas, com laços por toda parte e acompanhadas de um Cardigan, já a atriz, não será uma “deusa” também, mas o ar de indiferença ou doçura cativa!

E se gostar de música alternativa e bandas que nunca seus amigos ouviram falar, a Trilha Sonora será recheada de The Smiths, Wolfmother, Regina Spektor entre tantas outras bandas de Indie Rock.

Agora que conhecem um pouco mais sobre o Indie, toda semana vamos dar dicas de filmes, moda e música, fiquem ligados aqui no Blog e no Facebook! 

By Barbarella pra Freakpop & Fashion

Comentários