No Escape Room SP eu virei um investigador no sórdido mundo de falsificantes de arte

Lá estava eu, Rock Maxwell (meu nome de policial), investigador e especialista em falsificações de obras de arte. Recebi uma convocação que o ateliê de um dos maiores falsários do mundo havia sido encontrado, mas estávamos correndo contra o tempo. Junto com meu time, seguimos para a cena do crime para resolver o mistério. Logo eu, um policial renegado, um Riggs em meio a um mar de Murtaughs, teria uma hora para solucionar o crime, salvar o mundo e recuperar um relacionamento com meu filho após o divórcio…

Ok, eu provavelmente fui um pouco além, mas isso é culpa do Escape Room SP.

A Sala Ateliê

Recebemos um convite na Freakpop para conhecer uma das salas do Escape Room SP, um dos primeiros Escape Rooms de São Paulo. Para quem nunca jogou, uma sala de escape envolve uma premissa básica, um tempo limitado e uma série de desafios e quebra-cabeças que precisam ser resolvidos. O time de jogadores fica trancafiado no ambiente até descobrir a solução e finalmente escapar. Existem dois tipos de sala. As lineares envolvem uma sequencia… bom, linear… de desafios que precisam ser resolvidos até a chave final chegar na porta. Os não-lineares envolvem uma série de quebras-cabeças paralelos para chegar na solução final. A sala que jogamos, é uma versão da segunda.

Mais que um desafio

O que impressiona na Escape SP é o capricho para colocar os jogadores no clima. Um vídeo introdutório explica a premissa da sala, um monitor fica junto na sala e além de orientar, ajuda a manter o clima. A própria sala conta com suas próprias surpresas, e antes do final, não são só os desafios que surpreendem os jogadores.

E no final…

Calma caro leitor. Conseguimos terminar o desafio sim.

Escape Room SP
Com um bebê junto. Porque somos bons nesse nível.

E além de uma experiência incrível, na hora de devolver o distintivo, o pessoal do Escape Room SP foi super atencioso. Eu falei que só iria devolver o distintivo se falassem que eu tinha 48 horas para resolver o caso, que o prefeito estava na bunda deles e eu precisava devolver minha arma e distintivo, Tive meu momento em um filme de policial do Joel Silver, gritei “ESTE SISTEMA INTEIRO É ERRADO!” e ainda ganhei um café. Melhor impossível.

Aos interessados, a Escape Room SP tem um site onde você pode conhecer as salas, fazer reservas. O espaço fica no endereço:
R. Bagé, 268 – Vila Mariana
São Paulo – SP
04012-140
contato@escaperoomsp.com
(11) 95328-1005

Pertinho do metrô Ana Rosa. Se vocês nunca foram, fica aqui a dica.

Até a próxima!

Comentários