Se você achava que seu tio bêbado era o rei de criar climão em casamentos, você não conhece Game of Thrones

Estamos na quarta temporada, a nova temporada estreia logo mais, eu preciso fazer vários textos ainda. Blablablá Game of Thrones. #Berro.

Tyrell, Martell, Fodéu

A gente já falou bastante sobre os Starks, os Lannisters e os Baratheons. Hora de falar de mais duas famílias importantes que não são os Abravanel… mas que bizarramente, ambos rimam com Abravanel. Enfim, vamos lá.

Primeiro temos os Tyrell, eles são a segunda família  mais rica e poderosa de Westeros. Assim como o PDMB, eles pretendem ganhar poder político sem colocar ninguém no holofote. Seu plano é casar Margaery Tyrell com Joffrey. Eles anteriormente apoiavam a campanha de Renly para o trono, mas mudaram de lados depois que seu rei saiu da corrida devido a um caso crônico de “estar morto”.

A segunda turma que entra aqui são os Martell. Eles são da área de desertos de Westeros (o mapa do continente é surpreendentemente parecido com o mapa de Super Mario Bros. 3). Esse pessoal têm um histórico longo e complicado com os Lannisters.

Que eu vou explicar agora porque o texto é meu.

Elia Martell era casada com Rhaegar Targaryen. Se não fosse pela Rebelião de Robert, ele seria o rei depois que seu pai Aerys, o Rei Louco, morresse. Rapaz, Rhaegar era praticamente a mistura de um príncipe da Disney com um personagem de anime sexy. Ele era o cavaleiro de dragão, um guerreiro ímpar que também tocava harpa em castelos abandonados e sua melodia melancólica fazia as mulheres chorarem. Tá vendo? É muito Cavaleiros do Zodíaco.

Ele também era responsável por um dos maiores B.O.s da guerra. Apesar de casado com Elia, ele tinha um crush fodido em Lyanna Stark, irmã de Ned e paixonite de Robert. Ele sequestrou ela, ou eles fugiram juntos, dependendo de quem está contando a história. O que sabemos é que provavelmente foi nesse rala e rola que saiu Joãozinho Snow.

Tá, mas e a Elia?

Ela estava em Porto Real quando os Lannisters decidiram entrar em campo e sob ordens de Tywin, ela e os filhos de Rhaegar foram brutalmente assassinados. Os Martell nunca perdoaram o bonde do Leão.

Climão, hein?

Total. E o pior; Dorne (essa é parte do deserto) mandou Oberyn Martell para o casamento de Joffrey. Oberyn ama exatamente três coisas: transar com tudo que se mexe, sua finada irmã e vingança. Agora vamos ver o tal casamento.

Depois do Casamento Vermelho, o Casamento Roxo

O casamento começou lindo. Vários presentes caríssimos, o dia estava perfeito, o buffet fez o Fasano parecer o PF da esquina. Se não fosse o fato do noivo ter morrido sufocado, seria o casamento mais lindo da história de Game of Thrones. E menino, como as coisas complicaram rápido. Vamos às fofocas.

Primeiro que no velório do Joffrey, a mãe transou com o irmão. Tudo bem que o Jaime passou pelo inferno pra voltar pra casa, mas eu não consigo imaginar uma situação onde na festa de volta do intercâmbio de um parente, eu recebo a figura todo peladão e cheio de amor, mas enfim, quando em Westeros…

E pior, o coitado do Tyrion levou a culpa por tudo. O coitado leva a culpa por tudo. E dessa vez ele não teve nada a ver com a morte de Joffrey. Talvez só ele, porque praticamente todo mundo tinha um dedinho nessa:

  • Os Tyrell usaram Sansa para contrabandear uma joia venenosa pro casamento.
  • Margaery garantiu que Joffrey bebesse o vinho envenenado.
  • O veneno foi providenciado pelo Petyr Baelish, em parte para conseguir tirar Sansa de Porto Real no meio da zona.

Só faltava um acrobata oriental e uma trilha sonora de jazz para o esquema virar a sequencia mais absurda de 11 Homems e um Segredo. O plano todo serviu para fazer Margaery casar com Tommen Baratheon, o irmão mais novo de Joffrey que, ao contrário de 99% dos personagens, aparenta ser um cara bacana e que de quebra tem gatos de estimação!

Bastardos, Cachorros e Cafajestes

Os Starks são praticamente os Kennedy de Westeros. Um terminou cadeirante, um foi decapitado, outro foi morto num casamento, a mãe foi junto, a patroa também. Até o apadrinhado deles, Theon, não está em bons lençóis. Mas calma, vamos falar de outra família. Os Boltons.

Os Boltons eram uma família do norte leal aos Starks. Eles têm uma reputação estranha, talvez seja pelo fato que o estandarte deles é um homem pendurado de cabeça para baixo com a pele removida, talvez seja porque seu castelo se chama Forte do Pavor, talvez seja pelo fato que eles viraram a casaca e ajudaram a matar Robb e Catelyn Stark, talvez seja o fato que nenhum deles se chama Michael ou entendem algo sobre o que acontece quando um homem ama uma mulher.

Ramsay Snow é o filho de Roose Bolton. Ele é um bastardo sádico que adora torturar personagens. Ele também removeu o “Theon Jr.” de Theon. Depois torturou ele à ponto de perder sua personalidade. Ramsay também sempre pede a coisa mais cara do cardápio e depois insiste para todo mundo rachar a conta por igual. Alguns dizem que ele inventou a gíria “top”. Em suma, um monstro irredimível. E agora ele controla o Norte.

Enquanto isso, Arya e o Cão seguem rumo à segurança onde o pinguço pretende largar sua refém e ganhar uma grana para começar uma hamburgueria vegana pet friendly sem glúten. Ugh, essa foi horrível. Porque eu inventei de fazer um resumão deste tamanho? Já foram quase 3 mil palavras desde a primeira temporada, não sei como o George RR Martin aguenta.

Ah é. Ele escreve um parágrafo por mês. BOOM.

Enfim, no caminho eles encontram com Brienne que foi incumbida por Jaime de trazer Arya de volta. Ela briga com o Cão, o Cão perde. Arya vai para Braavos aprender a ser uma ninja.

Julgamento!

Tyrion vai a julgamento acusado de ter matado o sobrinho. Injustamente acusado e traído por todos, ele faz exatamente o que todo mundo faria: mata seu pai na privada e tira umas férias em outro continente. Um onde o turismo anda em alta devido à dragões e uma certa pretendente ao trono que joga Pokémon GO com títulos no seu nome.

Daeynerys Targaryen a Primeira de Seu Nome, Nascida da Tempestade, Rainha dos Ândalos, dos Rhoynar e dos Primeiros Homens, Inqueimável Mãe de Dragões, Khaleesi do Grande Mar de Grama, Quebradora de Correntes, Rainha de Meereen, Regente de Westeros, Centro Avante do Flamengo, Sócia Minoritária do Bradesco, Tri-Campeã de Bocha, Miss Osasco de 2011, Funcionária do Mês do Bob’s do Shopping Aricanduva…

… os filhos continuam dando trabalho e segundo a Data Folha sua popularidade está despencando na cidade.

No Norte!

A Patrulha da Noite e os Selvagens se enfrentam! Ygritte e Jon Snow estão em lados opostos! Jon Snow pode não saber nada, mas pelo menos ele sabe como não tomar uma flechada de uma criança de 12 anos né, Ygritte?

Bran, Jojen, Meera e Hodor chegam na caverna do Corvo de Três Olhos! (Próximo texto eu explico melhor). Lá eles conhecem as Crianças, que são tipo Elfos, mas não são Elfos. Eles explicam pro Bran que a Profecia que ele Profetiza Profecia Profecia Profecia.

Até a próxima!

Comentários