Greg News traz o formato de noticiário
paródia para o Brasil

Ok, vamos alinhar algumas coisas. Primeiramente nossos leitores devem ter notado que na Freakpop, nós nunca assumimos um posicionamento político. Estamos aqui para falar sobre rapazes e garotas com super poderes, comédias românticas para assistir comendo chocolate ou textos imensos falando sobre algum gibi ou outro. Não quer dizer que não trazemos à tona análises que envolvam o tema caso a crítica exija. Apenas achamos que as vezes o “fla-flu” das discussões políticas adquiriram um certo ar de histeria nos últimos anos, e nós somos surpreendentemente apáticos. Vamos tentar falar de Greg News sem quebrar nosso mantra principal, certo?

Gregório Duvivier ainda é um pé no saco.

Quando o jovem ator surgiu no consciente coletivo, fazia (e ainda faz) parte do Porta dos Fundos, onde seu jeito meio loser e sexualidade ambígua funcionavam de contraste com a presença mais histriônica de Fábio Porchat. Sozinho, suas bizarras tentativas de soar como uma mistura de politizado da faculdade e espertinho do sarau simplesmente não funcionam. Apesar de parecer anos luz à frente do que é considerado “humor” no Brasil, seu estilo peca pela falta de ritmo e pelas referências batidas. Não é exatamente um John Oliver

Quem é John Oliver?

Na HBO nos EUA existe um programa chamado Last Week Tonight, que serviu de base para o Greg News. No programa, John Oliver mistura humor e um ritmo impecável para apresentar matérias extremamente bem pesquisadas sobre temas pertinentes na política americana e do mundo. Você deve se lembrar do vídeo sobre a Copa do Mundo no Brasil e a corrupção na FIFA que ele fez.

Apesar do claro viés político, a apresentação de Oliver é minuciosamente pesquisada usando elementos de noticiários, jornais e TV Congresso/Senado para ilustrar seu ponto. A proposta de Greg News é a mesma, porém mais preguiçosa.

Greg News podia ser pior!

Primeiramente, considerando as gafes cometidas pelo apresentador no passado e a predisposição tupiniquim de ser um tanto quanto escandaloso quando o assunto é política, Greg News tinha tudo para ser um desastre. Até que não. Os assuntos abordados no primeiro episódio foram bem pesquisados e não houve nenhuma grande ginástica mental para isentar certas pessoas das acusações apresentadas.

Isso não quer dizer que alguns elementos não dão ao programa um certo ar de preguiça. Muito do material apresentado são vídeos tirados do YouTube de páginas de credibilidade jornalística duvidosa. As informações estão corretas, mas é o equivalente de citar Wikipedia na bibliografia.

As inserções humorosas de Duvivier são fracas. O humor do rapaz é um pouco previsível e as referências são velhas, talvez valha a pena rever alguns episódios de Last Week Tonight para ver como os elementos visuais podem ajudar com as piadas. Nota-se também que, assim como o programa dos EUA, a plateia é falsa, mas a de Greg News é um pouco na cara. As risadas ensaiadas passam a impressão de ter três pessoas extremamente entusiasmadas por trás das câmeras e não uma plateia.

Enfim, Greg News tinha tudo para ser horrivelmente ruim, mas a dedicação dos redatores (alguns cujos cargos deveriam ser acompanhados de “” em volta de redator) em entregar a informação correta elimina aquela tendência horrível de distorcer informação em prol do viés político.

Abaixo o quadro principal do programa de estreia. Um trecho do episódio sempre será disponibilizado pela HBO Brasil no YouTube no dia seguinte da estreia. Greg News vai ao ar toda sexta às 22h na HBO.

Até a próxima!

Comentários