Atômica estreia dia 31 de agosto no cinema

Ah, a Guerra Fria… Aquela época mágica quando os EUA e a União Soviética decidiram terminar seu conturbado namoro depois da Segunda Guerra Mundial e acharam que a melhor forma de mandar indireta para o ex seria construindo uma muralha ideológica, dividindo a Alemanha, correndo para ver quem chegaria na lua primeiro e, é claro, estocar uma quantidade obscena de armamentos nucleares.

É claro que nenhuma Guerra seria marcante se ambos os lados decidissem fazer um live action de Fallout e terminar tudo super rápido. Neste panorama entram a CIA e o KGB, que passaram boa parte do século 20 mandando agentes para assassinar pessoas, roubando informações cruciais ou desestabilizando governos. É claro que este mundo clandestino e secreto inspirou uma infinidade de filmes e séries. Com a estreia de Atômica, decidimos separar algumas recomendações. E não se preocupem, só um pouco da lista é John le Carré.

The Americans (2013 -)

Elizabeth e Philip Jennings formal o típico casal dos subúrbios nos Estados Unidos vivendo dia a dia o sonho americano nos anos 80. Pelo menos é isso que eles querem que você pense. Na verdade, ambos são dois agentes secretos soviéticos infiltrados e precisam fugir de agentes inimigos e seguir sua missão por trás das linhas inimigas. A série é aclamada pela crítica, sempre é destaque nos Emmys e conta com a santa padroeira da Freakpop, Margo Martindale, no elenco. A primeiras três temporadas estão disponíveis na Netflix.

Confissões de uma Mente Perigosa (2002)

Por onde começar? Chuck Barris foi um apresentador norte-americano responsável por alguns dos programas mais trash da televisão. Ele também “supostamente” foi recrutado pela CIA para atuar como um assassino, usando seu status de celebridade para infiltrar lugares restritos e eliminando inimigos do governo americano. Imagine se o João Kleber fosse o agente mais perigoso da ABIN…

O filme foi dirigido por George Clooney com roteiro de Charlie Kaufman e tem Sam Rockwell no papel principal. A história pode ser duvidosa, mas o filme é fantástico.

O Espião que Saiu do Frio (1965)

John le Carré é o Tom Clancy da Guerra Fria. Seus livros sobre espiões fogem totalmente dos elementos mais fantasiosos de concorrentes como Ian Flemming e seu agente secreto que adora falar o sobrenome antes do nome completo. Seu livro O Espião que Saiu do Frio foi um best seller que ganhou adaptação cinematográfica dois anos depois, em 1965.

O livro e o longa contam a história de um agente britânico que tem a missão de desestabilizar o leste soviético plantando informações falsas. Como já esperado, como tudo que rola em Berlin Oriental, sua missão se complica com diversas reviravoltas intrigantes.

The Company (2007)

Esta minissérie da TNT conta com Michael Keaton, Chris O’Donnel e Alfred Molina no elenco. Em três episódios, a série conta boa parte da atuação da CIA durante toda a Guerra Fria passando por alguns dos momentos mais famosos como a Baía dos Porcos. A obra é um pouco pesada, mas vale a pena para entender quem são as pessoas de ambos os lados da cortina de ferro que a Charlize Theron vai espancar em Atômica a partir do dia 31 de agosto nos cinemas.

Telefone (1977)

Okay, okay. Temos que admitir que apesar de Atômica ser a inspiração para a lista, simplesmente não tem muitos filmes sobre espionagem na Guerra Fria que contam com a pancadaria desenfreada que o longa novo de Charlize Theron promete. Isso não quer dizer que tudo aqui vai se resumir em filmes e séries cabeça.

Em 1977, Don Siegel, o diretor de Dirty Harry, lançou Telefone, um longa onde Charles Bronson interpreta o Major Grigori Borzov, um agente soviético que vai para os EUA para impedir que agentes adormecidos despertem e comecem a destruir a infraestrutura do país e incitar conflito. Sim, é a história de Charles Bronson correndo contra o tempo para impedir que um exército de Soldados Invernais despertem. O título do longa faz referência à frase de comando que ativa os agentes, e que precisa ser dita via telefone.

Gostou da lista? Está empolgado para ver Atômica? Deixe nos comentários seus filmes e séries favoritos sobre a Guerra Fria!

Até a próxima!

Comentários