A BGS 2017 trouxe boas novidades para o mercado

O aniversário de dez anos da Brasil Game Show (BGS) não poderia ter mais presentes interessantes para os fãs de videogames no Brasil. Além de ter 250 empresas preenchendo o espaço do pavilhão do Expo Center Norte, tomado por quase 300 mil pessoas em quatro dias de evento, os frequentadores da maior e mais importante feita de games da América Latina ainda tiveram o prazer de conhecer de perto alguns nomes importantes desse segmento, como o criador da Atari, Nola Bushnell; Ed John Boon, cocriador de Mortal Kombat, e Hideo Kojima, responsável pela série Metal Gear.

PlayStation e Xbox

PlayStation e Xbox, dois consoles gigantes mundo dos games, montaram seus gigantescos estandes para apresentar suas principais cartas, como Gran Turismo, um simulador para PS4, e vários jogos para teste de sua Realidade Virtual, como Star Child e The Persistence.

Já no lado do Xbox One, 120 telas foram montadas para testar, entre outros, Forza Motorsport 7, Sea of Thieves e Battlefield 1 – Revolution. Na Warner Games, o jogador pode ter o primeiro contato com Terra-Média: Sombras da Guerra, continuação do game Sombras de Mordor, baseado em O Senhor dos Anéis.

O mercado de Games

Num mercado onde os games de consoles dominam, a BGS 2017 registrou um aumento significativo no segmento de games e acessórios para PC. A Acer lançou seu novo modelo de note para games, o Predador 21X, enquanto Hyper X – divisão de alta performance da Kingston Technology, trouxe novidades em fones, mouses e teclados desenvolvidos especialmente para jogos.

Torneios 

A arena destinada aos torneios de jogos online ganhou o patrocínio da Vivo, que participou pela primeira vez da BGS este ano. E não só isso: ela também divulgou várias novidades do setor de games, especialmente o patrocínio de duas equipes de games, masculino e feminino, para os próximos campeonatos nacionais e internacionais.

Cosplay

Por outro lado, a rede de cinemas Kinoplex foi a responsável por patrocinar a área de Cosplay, que teve dezenas de inscritos para o campeonato que aconteceu durante a BGS. De personagens clássicos dos games até personagens de filmes de super-heróis, o desfile dessas personalidades foi intenso.

Para Marcelo Tavares, idealizador e CEO da Brasil Game Show (BGS), o melhor presente para celebrar os dez anos da BGS foi a constatação que o mercado brasileiro de games é uma realidade. “Foi-se o tempo em que nenhuma companhia se interessava pelo mercado brasileiro por causa da pirataria. Tudo mudou. E esses dez anos de Brasil Game Show provam nossa maturidade e importância brasileira no cenário internacional desse bilionários mercado”.

E no ano que vem, tem mais!

Comentários