Ok, Luíza voltou do Canadá, Mayara saiu do BBB e Michel Teló fez alguma coisa… agora que o Google tá super prestando atenção no blog, vamos ao que interessa. Vocês viram que a DC vai fazer um prequel de Watchmen?

Quem não viu o filme ou leu a HQ, vai uma resumida rápida:

Watchmen é considerado uma das HQs que criou a era moderna de quadrinhos. Elaborada por Alan Moore e Dave Gibbons, a história tenta, de forma realista, criar um mundo onde super heróis realmente existem e seu impacto em fatores sociais, culturais e econômicos. A estória começa em 1985 com a morte do herói Comediante e os demais heróis tentam resolver o mistério. Este mundo é marcado por uma lei que proibi a atuação de vigilantes mascarados e como estes heróis lidam com esta realidade. Muitas reviravoltas no enredo e um final chocante marcam esta HQ como uma das melhores já publicadas e sim, a premissa de Os Incríveis da Pixar foi chupinhada de Watchmen.

Ok, bacana. Se quiser mais informações é só comprar a revista ou arranjar o filme para assistir.

Hah! Chupa literatura!
Hah! Chupa literatura!

Uma continuação de Watchmen tem sido discutida publicamente desde 2010 após o surgimento da DC Entertainment como divisão da Warner Bros. e a promoção de Dan DiDio e Jim Lee como co-publicadores da DC Comics. Até o Alan Moore falou publicamente que foi procurado para trabalhar em algum tipo de continuação de Watchmen (quem conhece um pouco da história do autor e sua tumultuosa relação com a DC saberia que isso seria o equivalente de pedir para a Orquestra Filarmônica de Londres fazer uma reedição de “Ai Se Eu Te Pego”) e naturalmente falou que não teria associação nenhuma com o projeto.

Hoje, a DC oficialmente anunciou que irá lançar a série “criativamente” nomeada de Before Watchmen (Antes de Watchmen) que contará as estórias de cada personagem antecedendo os eventos da série. Apesar de acreditar que se trata de mais uma demonstração da drenagem criativa que vem amaldiçoando os quadrinhos de heróis, não posso deixar de notar que a DC escalou uma equipe de peso para elaborar as estórias: Brian Azzarello (100 Balas, Batman), J. Michael Straczynski (Rising Stars, Mulher Maravilha, Superman: Solo), Len Wein (criador do Monstro do Pantano e Wolverine), Darwyn Cooke (The Spirit, Liga da Justiça: A Nova Fronteira, Mulher Gato). A arte ficará por conta de Amanda Conner (poderosa), Jae Lee (Capitão America, Quarteto Fantástico Ultimate), Joe Kubert (Sgt. Rock), Adam Hughes (Mulher Gato) , Lee Bermejo (Coringa) e JG Jones (Procurado, Crise Final).

A saga será distribuída da seguinte forma:

–      RORSCHACH (4 edições) – Roteiro: Brian Azzarello. Arte: Lee Bermejo
–      MINUTEMEN (6 edições) – Roteiro/Arte: Darwyn Cooke
–      COMEDIANTE (6 edições) – Roteiro: Brian Azzarello. Arte: J.G. Jones
–      DR. MANHATTAN (4 edições) – Roteiro: J. Michael Straczynski. Arte:  Adam Hughes
–      CORUJA NOTURNA (4 edições) – Roteiro: J. Michael Straczynski. Arte: Andy e Joe Kubert
–      OZYMANDIAS (6 edições) – Roteiro: Len Wein. Arte: Jae Lee
–      SILK SPECTRE (4 edições) – Roteiro: Darwyn Cooke. Arte: Amanda Conner

As edições serão lançadas semanalmente e no final de cada edição terão duas páginas da “Curse of the Crimson Corsair”, estória relacionada à “Tales of the Black Freighter” que é uma HQ de piratas que corre em paralelo com a trama de Wacthmen (uma das grandes sacadas do Alan Moore foi criar um mundo onde quadrinhos de pirata fazem mais sucesso pois super heróis realmente são reais e não fariam sentido como fantasia de escapismo).

Bom, apesar de receoso, eu tenho que falar que algumas capas estão fantásticas e estou no minimo curioso sobre o resultado. Fique atento aqui no blog que vou apresentando minhas impressões conforme as edições forem publicadas.

Abaixo seguem as capas já divulgadas, basta clicar para ter uma visão melhor.

E você, qual é a sua opinião sobre isso?

Tem alguma sugestão para artigos? Mande para gente na página da Freakblog ou se você quiser ver alguém que realmente xinga muito e não entende o que é “puta falta de sacanagem” pode me seguir no Twitter.

Até a próxima!

Comentários