Pais que são pais e pais que são avôs entram em conflito
no divertido Pai em Dose Dupla 2

Em Pai em Dose Dupla 2, Brad (Will Ferrell) e Dusty (Mark Wahlberg) estão de volta! Depois das atrapalhadas no primeiro longa, onde eles duelavam pelo amor e respeito dos filhos de Dusty, os dois viraram amigos…Melhores amigos. Após uma desastrosa apresentação das crianças na escola, Brad e Dusty resolvem passar o Natal juntos, ao invés de fazer os pequenos correrem entre as casas do pai e da mãe. Com a festividade chegando, surgem os pais dos dois. Kurt (Mel Gibson), pai de Dusty; e Don (John Lithgow), pai de Brad, desembarcam na cidade para curtir a festa em família. De um lado, um pai machão, ausente e mulherengo, do outro um pai carinhoso, carente e falante. Os avôs e os pais entram em conflito a lá Sessão da Tarde e divertem a audiência por 1h30.

Então é Natal…

Faltando uma semana para o Natal, Kurt e Don já competem pela atenção dos netos. O ácido e ausente Kurt quer “comprar”as crianças e leva toda a família para as montanhas em uma bela casa cheia de mimos. Juntos, eles precisam comprar os presentes, decorar a casa e unir esta família. Porém, Kurt também acaba colocando a relação de Brad e Dusty à perder. Ao ver que o filho é um molenga e que entrou da onda de ser um pai amoroso e amigo do padrasto dos netos, ele fomenta a intriga enquanto provoca o amoroso rival Don. Avós e Pais entram na maior confusão natalina de todos os tempos com direito à “acidentes”, brigas e péssimos conselhos para as crianças fazendo com que o espírito natalino desuna a família.

Vale a pena? 

Sim! O filme resgata as atrapalhadas dos clássicos de Sessão da Tarde com piadas modernas e situações cômicas mais interessantes do que as do primeiro filme. Pai em Dose Dupla 2 é um longa de final de ano inocente e perfeito para a ida no cinema com as crianças. Apesar das brigas entre os adultos, as crianças encaram seus próprios dilemas como o primeiro amor, beijo, amizades boas e ruins. Além disso, Dusty também é padrasto e sua enteada – super desconectada do mundo real e do clima de Papai Noel – só pensa em estar na moda e em ficar o dia todo com a cara no celular. A mãe da menina é fútil e julgadora dos passos e decisões de Sara (Linda Cardellini) esposa de Brad e ex de Dusty. Esse cenário todo compõe a divertida trama que sim, tem um final feliz bem legal.

Pai em Dose Dupla 2 estreia dia 23 de novembro nos cinemas. Aproveitem!

Küsses,

PS.: Mel Gibson está visivelmente só querendo o cheque após ter aceito o papel, mas suas caras de louco e perfil “maloqueiro” caíram super bem para o papel.

PS. 2: Sigo não suportando o Will Ferrell, como ele é forçado…Aff!

Comentários

ResumoAvôs e Pais duelam para resolver seus problemas pessoais e conquistarem os corações dos netos e enteados.
3.5
Critérios
Elenco
Roteiro
Direção
Produção/Fotografia
Observações:
  • Will Farrell segue exagerado....
  • Por que caramba chamaram a Alessandra Ambrósio pra este filme? Ela tem meia A4 de falas.
  • John Cera faz uma ótima participação.
  • As crianças de hoje em dia realmente não sabem ser crianças...
  • Scarlett Estevez é a melhor atriz mirim do elenco!
  • Didi Costine também arrasa demais. Impossível não curtir a criançada do elenco.
Avaliação dos leitores: 0(0 Votos)
Dê sua nota