A série Arrow continua a surpreender. Para cada passo na direção certa, a série parece engasgar e errar alguma coisa, este é o primeiro episódio da série que o bom supera o mal. Os dramas familiares finalmente ficaram em segundo plano e as artimanhas da população criminosa de Starling City ganham mais exposição.

Quando o criminoso da semana é assassinado pelo Pistoleiro, Oliver Queen deverá contar com a ajuda de aliados improváveis para garantir a segurança de sua família e amigos. Pela primeira vez, Oliver começa a perceber que não dará conta de sua guerra contra o crime sem contar com a ajuda de algumas pessoas. Como sempre, as cenas de ação são divertidas de assistir e a redução das narrações tem ajudado a série a sair da banalidade.

Pontos Fortes:

  • Laurel Lance mostra que sabe dar umas porradas quando a situação pede. Será que ainda veremos ela como Canário Negro?
  • Cada episódio que passa Stephen Amell aprende um pouco mais sobre atuação, espero que a série dure o suficiente para vermos o jovem ator atingir seu potencial.

Pontos Fracos:

  • Para uma ilha abandonada no meio do oceano, ela anda meio lotada não? Além do arqueiro misterioso que salva a vida de Oliver, ainda tem batalhões de soldados armados? Será que até o final da temporada vamos descobrir o que tem dentro da escotilha ou o que os números significam? … eu estou trocando os programas né?
  • Oliver é um capitão da Mafia Russa? Ok…
  • Esse draminha com a irmã de Oliver dando uma de Paris Hilton é só pano pra manga para ela virar a Ricardita em breve? Porque nos quadrinhos ela pegou AIDs antes de virar uma heroína e eu acho bem difícil a CW ter coragem de colocar isso na série…

Até a próxima!

Comentários